"Sítio onde está luz; lanterna, farol" - José Pedro Machado, Vocabulário Português de Origem Árabe

.posts recentes

. Nome de fera

. A fala

. Barack Obama: a propósito...

. A riqueza

. O Alcorão: extractos de a...

. Controlo ou Controle?

. Constança Capdeville (19...

. Herança Musical Árabe

. A um retrato

. Bencatel

. Aldrabão

. João de Freitas Branco (1...

. Tudo que faço ou medito

. Bolero ...

. Liberdade de escolha vs M...

. Valores Ético-Políticos

. Princípios

. Mini Maratona 24-09-2006

. Mulher na Política

. Alkatiri

. Renováveis

. Alberto

.arquivos

. Outubro 2008

. Agosto 2008

. Maio 2008

. Outubro 2007

. Maio 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Setembro 2006

. Junho 2006

. Março 2006

Segunda-feira, 19 de Março de 2007

Constança Capdeville (1937-1992)



No 70 º Aniversário do seu nascimento, a Junta de Freguesia de Caxias promoveu uma Homenagem a Constança Capddeville, que referimos oportunamente noutro local ( ver aqui ). Do programa da mesma, onde foi publicada a fotografia supra, transcrevemos, com a devida vénia, o breve resumo biográfico aí incluido.
 

" Nascida em Barcelona em 16 de Março de 1937, foi nesta vila e freguesia de Caxias que viveu desde jovem e aqui faleceu em 4 de Fevereiro de 1992.

- Compositora e Professora Universitária;
- Membro do Conselho Português da Música;

- Membro da Associació Catalana de Compositors de Barcelona;

- Medalha de Mérito Cultural em 1990 (Estado Português);

- Comenda da Ordem de Santiago da Espada em Junho de 1992 a título póstumo (Estado Português).

 

Iniciou a sua brilhante carreira ainda muito jovem, escrevendo várias peças, sobretudo para piano. Nelas se descortinava já indícios da autora que mais tarde se veio a revelar. Realmente pouco a pouco, o seu espírito original e criativo evoluiu no sentido de uma linguagem musical de vanguarda.

 

Em 1969 a sua carreira sofre um impulso decisivo com a encomenda da Fundação Calouste Gulbenkian da sua obra "Diferenças Sobre o Intervalo" que mostrava já uma linguagem musical personalizada (obra com 1ª audição dada pela Orquestra Gulbenkian no XIII Festival de Música Gulbenkian).

 

Apesar da sua curta carreira - faleceu com apenas 55 anos de idade - escreveu cerca de 8 dezenas de obras distribuídas por vários géneros que vão da música para orquestra à música para teatro e cinema e até à encenação.

 
Foram de sua iniciativa os projectos:
 
Convivium Musicum - música de cãmara -
ColecViva - música para filme -
Opus Sic - música para filme

Palavras para Dentro - músicas e palavras encenadas

 

As suas obras foram executadas com sucesso em muitos dos mais importantes festivais nacionais e internacionais de música.

 

Constança Capdeville distinguiu-se igualmente como pedagoga tendo percorrido todos os graus de ensino musical teórico no Conservatório Nacional e na Universidade Nova de Lisboa. "

publicado por Tó Zé às 06:43
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Outubro 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds