"Sítio onde está luz; lanterna, farol" - José Pedro Machado, Vocabulário Português de Origem Árabe

.posts recentes

. Flório José de Oliveira (...

. Refugiados - Setembro 201...

. Nome de fera

. A fala

. Barack Obama: a propósito...

. A riqueza

. O Alcorão: extractos de a...

. Controlo ou Controle?

. Constança Capdeville (19...

. Herança Musical Árabe

. A um retrato

. Bencatel

. Aldrabão

. João de Freitas Branco (1...

. Tudo que faço ou medito

. Bolero ...

. Liberdade de escolha vs M...

. Valores Ético-Políticos

. Princípios

. Mini Maratona 24-09-2006

. Mulher na Política

. Alkatiri

.arquivos

. Novembro 2016

. Setembro 2015

. Outubro 2008

. Agosto 2008

. Maio 2008

. Outubro 2007

. Maio 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Setembro 2006

. Junho 2006

. Março 2006

Domingo, 20 de Maio de 2007

Controlo ou Controle?

"Como se deve dizer em português?",  perguntam muitos.

Bom, também eu tenho essa dúvida há muitos anos.

E quem não sabe deve procurar saber, mas isso às vezes dá algum trabalho.

Porque as respostas ou não se encontram, ou não satisfazem, ou são contraditórias.

Enfim. Se só para para saber como é que se deve dizer é isto, o que será para o exercer efectivamente ...

Mas adiante.

O primeiro dicionário que consultei foi o Dicionário Elementar da Língua Portuguesa, da autoria de Augusto Moreno, com grafia rigorosamente actualizada, e aprovado oficialmente, da Editôra Educação Nacional, Lda , impresso em 1939 no Porto.

Porém nem uma nem outra palavra constavam neste dicionário que nas palavras do seu autor, no Prefácio à 1ª Edição,  se destinava "às escolas primárias e ao povo".

Mais tarde tentei no Dicionário Enciclopédico Koogan Larousse Seleções ,  edição original da Editora Larousse do Brasil Ltda ., Rio de Janeiro, 1979, de acordo com a norma ortográfica estabelecida pela Lei Federal 5.765 de 18 de dezembro de 1971.

Segundo este a palavra existe e é CONTROLE, sendo aqui propostos vários significados conforme o contexto em que é utilizada.

Finalmente fui verificar o que havia no Grande Dicionário da Língua Portuguesa, coordenação de José Pedro Machado, da Sociedade da Língua Portuguesa, edição para o Círculo de Leitores, 1991.

Este contrapõe em exclusivo a palavra CONTROLO  e diz que se trata de um galicismo (do fr .  contrôle ) que se deve evitar, propondo em seu lugar verificação, revisãofiscalização.

Creio que esta resposta servirá melhor, pelo menos para o momento actual, e para o contexto de Portugal. Não sei qual a resposta para o restante espaço de língua oficial portuguesa.

De qualquer forma a aprendizagem é um processo continuo e a língua é uma entidade viva e em constante evolução.
publicado por Tó Zé às 09:15
link do post | comentar | favorito
|
8 comentários:
De Eduardo Marques a 18 de Novembro de 2009 às 15:03
Mais alguma coisa sobre esta palavra? Existe alguma definição no novo acordo ortográfico? Tentei pesquisar um pouco mas não acho informação relevante.

Sou português e resido no Brasil desde 2004 (com a exceção de 2007 que passei o ano em Portugal), e recentemente tive uma pequena "discussão" sobre qual o uso correto.. ainda mais que aqui no Brasil parece haver um desconhecimento sobre a palavra CONTROLO, me afirmando que está errada e que o uso certo é CONTROLE.
No entanto parece-me que CONTROLO seria mais correto, pois se enquadra mais com a escrita portuguesa.

Alguma ideia?
De Tó Zé a 18 de Novembro de 2009 às 19:25
Caro Eduardo,
Agradeço a visita e a sua questão. Receio não poder acrescentar muito mais neste momento. De qualquer forma:
- em relação ao acordo ortográfico, cujas implicações confesso que não domino completamente, creio que ele respeita à forma da escrita das palavras; e as palavras em causa ainda que se refiram ao mesmo serão palavras diferentes;
- pelo que pude saber, parece-me que as duas existem e são utilizadas; sendo CONTROLE usada no Brasil mas também com muita frequência em Portugal; será talvez um galicismo; e CONTROLO, também usada em Portugal, seria a recomendada pelo filólogo J P Machado.
Mas claro os donos da língua são aqueles que a usam, que a falam. Ela é uma entidade viva e rica que evolui ao longo do tempo e que tem muitas variações conforme a geografia e o uso que dela fazem diferentes povos.
Pessoalmente penso que o respeito pela língua passa também pela compreensão e pelo respeito daqueles que a usam.
Com os melhores cumprimentos.
Tó Zé

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Novembro 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
28
29
30

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds