"Sítio onde está luz; lanterna, farol" - José Pedro Machado, Vocabulário Português de Origem Árabe

.posts recentes

. Mini Maratona 24-09-2006

. Renováveis

.arquivos

. Novembro 2016

. Setembro 2015

. Outubro 2008

. Agosto 2008

. Maio 2008

. Outubro 2007

. Maio 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Setembro 2006

. Junho 2006

. Março 2006

Segunda-feira, 25 de Setembro de 2006

Mini Maratona 24-09-2006



No passado domingo, 24 de Setembro 2006, realizaram-se mais duas provas desportivas, a Meia e a Mini-Maratona, com partida no meio do tabuleiro da Ponte Vasco da Gama  e final no Parque das Nações, perto do Pavihão de Portugal.

Depois da minha primitiva aventura de há um ano, na Mini Maratona neste percurso, e da experiência na Ponte 25 de Abril referida aqui em  Alcântara   aventurei-me de novo, mas ao contrário das oportunidades anteriores não tive companhias conhecidas. Nem à partida, nem durante a prova, nem à chegada.

Em primeiro lugar o grupo de colegas e amigos também participantes não era muito grande, oito ou nove no total, e houve um desencontro inicial.

Segundo, os bonés a usar deviam ser  brancos, mas  à última da hora a organização andou a distribuir bonés vermelhos, muito giros, a toda gente, e ou são todos do Benfica ou não sei o que aconteceu, mas só se viam cabeças vermelhas.

Depois tinhamos combinado levar camisolas iguais, brancas, com um certo logotipo ... Mas  verdade seja dita que também já não estavam muito novas. Enfim.

Desconfio que alguns devem ter optado pelas fornecidas pela organização que este ano eram de um azul muito bonito. Sim,  lá porque hajam algumas preferências pelo Benfica, ou pelo Sporting, entre os meus amigos, em termos de cor, pelo menos, ainda há algum gosto comum.

E então num mar azul de perto de 15 mil camisolas foi impossível divisar algum deles.

Em compensação pude apreciar a paisagem, tirar algumas fotos, viver o momento mais plenamente com aquelas pessoas que me acompanhavam em cada instante.



A 1 hora e 45 minutos que o cronómetro sentenciou no final, para a distância dos 8 km, na realidade correspondeu para mim a 1h e 30m, já que só consegui passar na  linha de partida  15 minutos depois da hora oficial do início.

Das vistas, a habitual beleza do Tejo e da cidade de Lisboa, numa manhã com algumas nuvens e chuviscos intermitentes.

Para a direita do tabuleiro, de quem vem a chegar a Lisboa, creio que já no concelho de Loures, a limpeza e recuperação dos terrenos ribeirinhos e sua urbanização em curso.

Do mesmo ponto, no alto de uma elevação que ainda não identifiquei, um Parque Eólico com algumas torres bem visíveis afirma-se no horizonte, direcção entre N e NE.

PS : saudações especiais para todos e (todas)  aqueles(as) que por motivos de saude este ano não puderam estar presentes, com votos de boas melhoras.
tags:
publicado por Tó Zé às 22:53
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Novembro 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
28
29
30

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds